Editais do ProAC voltados à difusão e preservação de acervos museológicos batem recorde de inscrições
Concursos receberam 124 projetos no total, o maior número de adesões desde sua criação, em 2012; metade dos prêmios são destinados aos museus do interior, litoral e Grande São Paulo


Notícia criada em 06/09/2016 as 09:39 h

Os editais voltados à difusão e preservação de acervos museológicos do ProAC (Programa de Ação Cultural), mantido pelo Governo do Estado de São Paulo, alcançaram, em 2016, o maior número de adesões desde a sua criação em 2012. Os concursos receberam 76 propostas no edital de difusão e mais 54 projetos no edital de preservação, totalizando 124 inscrições. As iniciativas selecionadas pela Comissão de Seleção devem ser divulgadas no final de setembro. Desde sua instituição, os editais do ProAC voltados à difusão e preservação de acervos museológicos destinaram R$ 5,3 milhões para os museus paulistas.

Para Davidson Kaseker, diretor do Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), o aumento no número de propostas inscritas nesses concursos se deve às mudanças nos critérios de inscrições dos editais. “Atendendo a uma demanda oriunda das instituições museológicas, a proponência de projetos foi restrita à Pessoa Física, dada a dificuldade de articulação com associações de amigos de museus ou com empresas especializadas na área museológica. Outra grande mudança, em relação ao ano anterior, foi a subdivisão em módulos com valores distintos. A estratégia trouxe bons frutos, conforme comprova o número de inscritos”, afirma.

Nos concursos voltados à difusão e preservação de acervos museológicos serão escolhidos 16 projetos – oito em cada edital -, divididos em dois módulos. No primeiro, serão premiadas oito propostas – quatro para cada concurso – com valor de R$ 30 mil cada. No segundo módulo, mais oito projetos serão selecionados – quatro em cada edital – com prêmio de R$ 75 mil cada.

Outro ponto destacado por Kaseker foi a paridade na distribuição geográfica dos proponentes. “Houve equilíbrio entre museus da capital e os da Grande São Paulo, litoral e interior nos módulos de maior valor (R$ 75 mil) e a predominância dos museus de fora da capital nos módulos de menor valor (R$ 30 mil). De qualquer forma, é importante enfatizar que, em ambos os editais, metade dos prêmios serão destinados aos museus do interior, litoral e Grande São Paulo”, ressalta o diretor do SISEM-SP.

Os projetos inscritos serão escolhidos por uma comissão formada por especialistas do setor, selecionada a partir de indicação de organizações representativas como o ICOM Brasil e do COREM (Conselho Regional de Museologia), além de instituições de ensino da área de museologia.

 

Sistema Estadual de Museus

O Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP) congrega e articula os museus do Estado de São Paulo, com o objetivo de promover a qualificação e o fortalecimento institucional em favor da preservação, pesquisa e difusão do acervo museológico paulista. Em mapeamento realizado em 2010, foram listadas 415 instituições museológicas, públicas e privadas, em 190 municípios paulistas. O SISEM-SP se estrutura em torno das premissas de parceria e responsabilidade compartilhada, em que as ações previstas para cada região são concebidas levando-se em conta o contexto, as demandas e as potencialidades locais. É coordenado pela Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo (UPPM/SEC), tendo como instância organizacional o Grupo Técnico de Coordenação do Sistema Estadual de Museus (GTC SISEM-SP). Para saber mais acesse: www.sisemsp.org.br

 

Programa de Ação Cultural (ProAC), na modalidade editais, tem o objetivo de fomentar e difundir a produção artística em todas as regiões do estado, apoiando financeiramente projetos artísticos, selecionados por meio de editais. O ProAC Editais busca descentralizar o acesso da população à arte, estimulando a circulação de espetáculos e a produção em cidades do interior, litoral e da Grande São Paulo. No total, serão disponibilizados 44 editais em 12 linguagens: teatro, dança, música, literatura, circo, artes cênicas para crianças, festivais de arte, audiovisual, museus, diversidade e artes visuais.

 

Para conhecer a programação cultural de todo o estado, acesse a plataforma SP Estado da Cultura – www.estadodacultura.sp.gov.br.

Acompanhe a Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo nas mídias sociais:

Facebook: /culturasp

Twitter: @culturasp

Instagram: /culturasp

 
 

Mapa do Site

Newsletter
Inscreva-se abaixo e receba novidades interessantes por email

Clique para se cadastrar
     
Todos os direitos reservados à O Perguntador | Sempre há dúvida. Por quê?